Desinfeção com ozono da água da piscina

Aplicação de água com ozono na agricultura

Tratamento e desinfeção da água municipal, de furos ou de poços

Reaproveitamento da água da piscina

Eliminação da Legionella

Desinfeção da água da chuva

Reaproveitamento das águas cinzentas

Reutilização das águas residuais

Eliminação de fungos




Ozono

A molécula de ozono é o mais poderoso agente oxidante utilizado no tratamento da água e do ar. O ozono (O3) é produzido através de uma descarga elétrica que une a molécula de oxigénio (O2) com um átomo extra de oxigénio (O). O Ozono é um gás incolor ou ligeiramente azulado.

Na natureza o ozono pode ser produzido por trovoadas, as descargas de alta voltagem, que ocorrem durante as tempestades, produzem ozono a partir do oxigénio existente na atmosfera. O cheiro a terra húmida, que se sente após uma tempestade, resulta da produção de ozono pela natureza. A própria palavra ozono tem origem na palavra grega “ozein”, que significa odor.


A molécula de ozono é um poderoso agente oxidante

Quando a molécula de ozono contacta com algo possível de oxidar, o átomo exta de oxigénio liberta-se do ozono e vai ligar-se ao outro material/microrganismo oxidando-o. Isto acontece porque o ozono é extremamente instável tendo a tendência para decair para a molécula de oxigénio. A utilização de ozono permite a oxidação de toda a matéria orgânica bem como a eliminação de todos os elementos patogénicos presentes na água.

O ozono é aplicado, principalmente, no tratamento de águas municipais, centrais de tratamento de água potável (como desinfetante) e cada vez mais começa a ser usado em aplicações de águas industriais. Por exemplo, é usado na indústria alimentar como desinfetante, na indústria do papel e dos têxteis. A principal vantagem advém do seu caracter limpo, uma vez que só oxida e quase não forma productos secundários. Ao mesmo tempo é seguro trabalhar com o ozono, uma vez que qualquer fuga é facilmente detetável através do seu cheiro característico.


O Ozono é um oxidante 100 vezes mais potente que o cloro e 3.000 vezes mais rápido

Comparação de tratamento entre o cloro e ozono:

Cloro (Cl)

Ozono (O3)

Potencial de oxidação (Volts)

1,36

2,07

Cheiro

picante

nenhum

Sabor

desagradável

nenhum

Cor

levemente amarelo

nenhuma

Atividade antivírica

nenhuma

muito eficaz

Atividade antibacteriana

variável

muito eficaz

Ação sobre compostos químicos

pouca

elevada

Eliminação de algas e protozoários

pouca

elevada

Eliminação de fungos

pouca

elevada

Eliminação de esporos e cistos

pouca

elevada

Eliminação de microcontaminantes (hidrocarbonetos, fenóis, detergentes, corantes, pesticidas)

pouca

elevada

Ação sobre moléculas orgânicas de cor e sabor

nenhuma

elevada

Tipo de reação

oxidação indireta e produção
de clorofenóis, etc

oxidação direta com oxigenação da água

Resíduos da reação

cloraminas

nenhum



É uma solução muito competitiva, uma vez que não precisa de transporte e armazenagem de reagentes. O reagente que consome é o oxigénio e está à disponível em grandes quantidades no ar.

O Ozono pode ser utilizado na:
- Desinfeção de piscinas e spas;
- Substituição do cloro na desinfeção da água;
- Desinfeção de fábricas do sector alimentar, hospitais;
- Eliminação da cor na água de tinturarias;
- Eliminação de bactérias em alimentos;
- Eliminação de insetos em cereais;
- Eliminação de parasitas.


PEDIR MAIS INFORMAÇÃO